Saturday, July 30, 2016

" A paz que eu sinto "

" A paz que eu sinto "

A paz que eu sinto
Quando meus poemas abraço
Descrever eu não consigo

É um isolar do mundo
Um estar á parte
Um sentir
Todo ele forte,e profundo

É um querer estar só
Ouvir a gota da chuva
Fria
Na noite escura

Lá fora,
Indiferente,suave
Uma folha cai
Hó!Deixá-la cair......

Meu rosto
A luz da vela ilumina
Cúmplice de meus sonhos de menina

Só a beleza da natureza
Á minh'alma sussurra......

Minha mão,a pena acaricia
Quantas vezes num dilema
Solto-os ao vento
Os meus poemas
Guardo-os no coração,minha poesia? 
(Ana Beatriz Carvalho ©2016)
 Nasci em Angola na pequena aldeia do Mavoio,no dia 7 /1/60.
Vivi no Lobito e em Luanda.
Trago na minha memória a minha infância feliz e os aromas de África.
Vim para Portugal com 15 anos.
Sou casada.Vivo e trabalho na zona de Cascais.
Defendo a causa animal e não consigo ver alguém passando mal sem que isso me afecte.
A arte sempre me tocou.Escrevo porque é uma forma de libertação de emoções que há muito guardo em meu coração.